Mulher é presa suspeita de agredir e abandonar recém-nascido, em Colinas do Sul
12/05/2017 - 7h43 em CLUBE Noticias

 

Uma mulher foi presa nesta quinta-feira (11) suspeita de agredir e abandonar o bebê que acabara de dar à luz, em Colinas do Sul, município localizado no Norte de Goiás. A criança foi encontrada ontem (10) por um morador da cidade em uma construção e estava encoberta por galhos. A menina recebeu cuidados no hospital da cidade e foi encaminhada ao hospital de Niquelândia, cidade distante 100 quilômetros de Colinas do Sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

O titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Niquelândia, delegado Cássio Arantes do Nascimento, afirma que a mãe da criança, Tereza Cristina Moreira, de 35 anos, deu entrada no Hospital Municipal de Colinas do Sul e afirmou que havia sofrido um aborto. Ela também foi encaminhada para Niquelândia, onde o médico constatou que, na verdade, ela tinha dado à luz a uma criança.

“Ouvimos testemunhas que viram a suspeita saindo da construção em que a criança foi abandonada. É uma cidade muito pequena”, conta o delegado. De acordo com Nascimento, a criança chegou ao hospital com o rosto machucado e a clavícula e uma costela quebradas. Em depoimento, a mulher disse que não se lembrava do parto da criança ou se havia agredido o bebê.

Tereza é mãe de outras três crianças. Ela foi presa em flagrante e indicada por infanticídio. Segundo o delegado, com o decorrer do processo, ela pode ser indiciada por homicídio ou abandono de criança seguido de morte. A suspeita será levada para a Unidade Prisional de Niquelândia.

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!