Sexta-feira, 12 de maio de 2017 às 7:44 em CLUBE Noticias
São Paulo sofre 3ª eliminação seguida e se despede da Sul-Americana

 

 

O São Paulo do técnico Rogério Ceni acumulou a sua terceira eliminação seguida na temporada ao empatar por 1 a 1 com o Defensa y Justicia, nesta noite, no estádio do Morumbi, na capital paulista. Como o confronto de ida foi 0 a 0, os argentinos se classificaram à segunda fase da Copa Sul-Americana pelo critério de desempate do gol marcado fora.

Antes, o time já havia caído na Copa do Brasil e na semifinal do Campeonato Paulista. A competição sul-americana era um atalho para o time tricolor chegar à Copa Libertadores do próximo ano. A intenção era repetir o título conquistado em 2012, o último da equipe. Só que a eliminação precoce deixou a equipe do Morumbi apenas na disputa do Campeonato Brasileiro no restante da temporada - neste domingo, a equipe faz a sua estreia contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

O São Paulo chegou ao duelo com 17 dias sem partidas oficiais. E logo aos 5 minutos, Thiago Mendes acertou um bom chute de fora da área, o goleiro Arias não conseguiu pegar e a torcida comemorou no Morumbi. Um gol relâmpago era tudo que o time precisava para ter calma no confronto. Mas o Defensa y Justicia logo tratou de incomodar para não deixar o time brasileiro em vantagem. Com velocidade na frente, os argentinos obrigaram o goleiro Renan Ribeiro a fazer duas defesas e no terceiro ataque não teve jeito.

No cruzamento da esquerda, Lucão não conseguiu tirar e a bola sobrou para Castellani, que chutou forte e empatou. O gol, que eliminava a disputa de pênaltis no duelo, fez o São Paulo desmoronar. Sem criatividade, o time era presa fácil para a boa marcação do Defensa y Justicia e quase não incomodava o goleiro Arias.

A equipe brasileira até tinha grande posse de bola, mas parecia não saber o que fazer com ela. Na frente, o argentino Lucas Pratto ficava isolado enquanto Cueva e Neilton erravam muito. O jogo estava do jeito que o Defensa y Justicia queria e, a cada desarme, a equipe argentina tentava incomodar nos contra-ataques. E quase virou o jogo quando Bouzat deixou Lucão e Bruno no chão e chutou forte, mas Renan Ribeiro salvou.

Após o intervalo, Rogério Ceni tirou Neilton e colocou Gilberto. E o artilheiro do Paulistão quase marcou em uma cabeçada que passou perto. Só que os argentinos continuavam incomodando. Aos 19 minutos, Lucão cabeceou mal e a bola sobrou para Elizari, livre. O jogador chutou e Renan Ribeiro fez ótima defesa.

Pouco depois, Cueva teve uma boa chance, mas chutou em cima da zaga. O São Paulo apertou até o final. Rogério Ceni colocou Thomaz no lugar de Cueva e tentou o gol que daria a classificação. Mas sem criatividade, o time não conseguia se aproximar do gol adversário e acumulou a sua terceira eliminação seguida. A torcida no Morumbi vaiou bastante o time após o apito final

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!