Sarampo volta a ser ameaça em Campo Grande
30/10/2018 11:53 em CLUBE Noticias

Sarampo volta a ser ameaça em Campo Grande

Em menos de dois meses, o número de casos suspeitos de sarampo praticamente dobrou em Campo Grande, o que representa uma ameaça e deixa a população em estado de alerta. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) investiga 28 casos na Capital, enquanto no Estado já são 33 notificações. Os dados preocupam as autoridades, que temem uma epidemia da doença. Em setembro, foram registrados 14 casos.

A médica infectologista da Sesau, Márcia Dal Fabbro, confirma a preocupação em todo o território nacional em razão dos casos registrados da doença em várias regiões. “O sarampo foi introduzido novamente no País pela fronteira e pode se espalhar. O Estado se encontra na mesma situação dos outros, por isso estamos em alerta”, diz.

As informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e da Sesau relativas aos casos em investigação são divergentes. O órgão estadual confirma 30 casos suspeitos de sarampo – 25 na Capital, três em Mundo Novo, um caso em Chapadão do Sul e outro em Ivinhema. Já a Secretaria Municipal diz que são 28 casos somente em Campo Grande. Ou seja, levando-se em consideração os casos notificados na Capital, a quantidade no Estado subiria para 33.

COMENTÁRIOS