Minaçu chora no adeus a Antônio Carlos
05/04/2019 07:53 em CLUBE Noticias

 

Partiu o grande companheiro Antônio Carlos.
É a vida!
É bonita!
Mas é assim!

Por isso eu digo sempre, temos de celebrar intensamente toda vez que o universo nos apresentar esse sorriso lindo em forma de um novo dia. E fazer isso agarradinho a Deus.

E o Antônio Carlos soube viver seus dias. Conquistou uma cidade com seu estilo único de rádio. Começa a falar uma coisa, passa para outra, volta à primeira, xinga o Prefeito, assopra um pouquinho, provoca o amigo...E assim, com seu Rádio Repórter, Antônio Carlos conquistou a pequena Minaçu a ponto de arrancar lágrimas de quem sequer o tenha conhecido pessoalmente!
Pena que ele não pode ver o quanto essa cidade o amava. Ele sabia disso, mas, enquanto viveu a manifestação recebida que mais marcou foi a rejeição nas urnas quando se lançou candidato a vereador! Sabe aquele artista que apaixona multidões, mas, você é louco para tê-lo à sua frente para meter-lhe a mão na cara? É assim a vida.
Mas uma coisa era certa. Quem não gostava do Antônio Carlos ouvia o programa de raiva só pra ter o que comentar com o amigo do boteco.

Durante o cortejo em cada esquina uma multidão dava seu adeus. E chorava! No rosto que não se via uma lágrima a fisionomia gritava para todo mundo ouvir: que Deus o acolha e lhe faça a justiça que nós não conseguimos fazer aqui na terra.
Antônio Carlos amava o Mato Grosso. Nasceu no Vale dos Sonhos, distrito de Barra do Garças (MT), passou pelos circos de Brasília, constitui família, retornou a Barra do Garças e abraçou uma oportunidade que lhe surgiu em Minaçu.

Povo do Araguaia, não se assustem se em breve alguns anjos descerem por ai para conhecer as grutas de Barra do Garças, suas cachoeiras, seus índios e seu povo, que são bem íntimos na terrinha do amianto, pois, o Antônio Carlos sempre contava uma historinha. 

Que os anjos curtam com toda a intensidade o amor que tinha pelos filhos! E pelo Mato Grosso!

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!