Blog do Irineu
25/08/2019 18:15 em CLUBE Noticias

Guten morgen Macron
Minha saudosa mãezinha gostava de me alertar: se falar muito, dará bom dia a cavalo! E o Macron cumprimentou as tropas internacionais com bonjour, good morning, bom dia, boa tarde, boa noite, tchau e só não falou GUTEN MORGEN por que os Estados Unidos livraram a França do alemão (Segunda Guerra Mundial). Amei sua lembrança Trump!!!

Ignorância 100
No pacato trânsito de Aragarças (Araguaia) o pedestre empurra o motoqueiro, que cai, é atropelado por um caminhão e morre! Tem gente que é o cão chupando caroço de piqui!!! 

A última facada
Tomara que quando descobrirem quem ateou fogo na Amazônia não apareça ninguém com atestado de insanidade mental. De todas até agora esta foi a mais cruel das facadas!!!

E agora João?
Bastante debilitado por causa de um tombo na cela João de Deus fez ressonância na sexta e os advogados pensam em pedir nova internação. E agora João? Deus perdoa sempre, o homem às vezes, a natureza nunca!!!

Barbaridade tchê
Não é nada fácil quando as coisas ficam difíceis (risos): Grêmio tomando chimarrão com barro até hoje por causa do porco (Palmeiras) e o Inter com a cuia suja de fezes de urubu... Prá não dizer que não falei de futebol pergunto a meus amigos de Minas: tudo bahia por aí ??? 

Tacando fogo
Tem vídeo de uma índia falando que “banderneiros estão tacando fogo na Amazônia”. Alguém correu para explicar que o vídeo é de março. Mas, se em março já estavam fazendo agora não? hein???

Ideologias globalizadas
Brasileiros “fazendo a hora”, o fogo e os fakes para o socialismo francês atacar no mercado internacional nossa fragilizada economia! Patriotismo? As ideologias também foram globalizadas!!! 

Aulão Enem
No Centro de Cultura acontecendo aulão todo sábado para quem fazer o ENEM...

SOS
A OS do Hospital de Minaçu vai ser votada na Câmara na segunda. OS, mas o povo está querendo SOS. Na sexta duas decisões judiciais suspenderam o procedimento no Hugo (Goiânia) e Hutrin (Trindade)!!!

Niver
igreja Fonte da Vida, ministério do Pastor Saulo Luís, festejando 25 anos de fundação. As celebrações começaram por Brasília, com presença  de Bolsonaro Neste domingo culto especial em Minaçu (Rua 12 com Pará, 19h).

 Com VAR e sem VAR

(14 de julho) - O show da semana ficou para Raphael Claus, que apitou um dos mais difíceis clássicos do futebol nacional, sem pedir intervenção do VAR e sem dar um cartão amarelo sequer. Teve polêmica, sim, Mano Menezes estava bravo querendo o VAR para rever lance que achava ter sido pênalti, e Claus, respeitosamente, se aproximou dele e informou que o lance estava sendo revisto pelo VAR e qualquer coisa ele (Claus) seria informado. Assim o VAR dará certo, agora como Anderson Daronco fez em Curitiba vai ser o fim do futebol. Deixou claro que a equipe escalada para o jogo tinha sido encomendada pelo Flamengo. Quando Diego Alves pegou a bola com a mão fora da área ele tinha de dar a falta e cartão amarelo para o goleiro do Flamengo. A Globo (pasmem!) disse que ele tinha de ser expulso. Ouvi o jogo pela rádio CAP, que é do Atlético Paranaense (acreditem), e os locutores concordaram com a anulação dos dois primeiros gols do time curitibano, mas lamentaram a não marcação de um pênalti para Atlético e, ai, sim, expulsão pelo segundo cartão amarelo – primeiro pela mão na bola fora da área, e segundo pelo penal cometido. Lamentaram também o terceiro gol anulado e a demora do VAR em definir um lance duvidoso. Ou seja, só por essas evitou a eliminação precoce do Flamengo. Mas teve mais: quando o Daronco chamou o VAR para um segundo lance em que o Atlético reclamava pênalti os radialistas já tinha revisto tudo e disseram que não tinha sido pênalti. Isso foi feito por eles com 1 minuto, e o VAR parou o jogo por 8 minutos para no retorno marcar um falta no meio campo que antecedeu ao lance da área. Parece piada: quando foi pênalti ele não chamou o VAR! (risos).

A gente entende que não foi burrice, pelo contrário, muita inteligência. O tempo parado foi o suficiente para o treinador do Flamengo saber o que fazer da vida, pois, perdia de 1 x 0 e Atlético estava mais perto do segundo gol que o Flamengo do empate. E não deu outra: no primeiro lance do retorno, numa cobrança de lateral o Flamengo achou o gol que precisava. Daronco deu um show, uma verdadeira aula de como interferir no resultado de um jogo e ser xingado de burro ao invés de ladrão!!!

Paulígrafo

Vai ter que voltar a época do “paulígrafo”. Em nova audiência João de Deus negou novamente os abusos sexuais.

Dilma de luto

Morreu em Minas, aos 95 anos, Dilma Jane da Silva, mãe da ex-presidente Dilma.

Revolta no Paraná

(10 de julho) - Aconteceram ontem os primeiros jogos das quartas de finais da Copa do Brasil. No Paraná, muita polêmica para Flamengo e Atlético. Aos 10min de jogo, Diego Alves saiu de sua área e pegou a bola com as mãos na meia lua, impedindo que o atacante Marcelo Cirino a alcançasse. O árbitro Anderson Daronco não marcou a infração. O VAR também não foi acionado. Na Central do Apito da Globo, o comentarista de arbitragem Paulo Cesar de Oliveira disse que o goleiro do Flamengo deveria ter sido expulso.Mas revoltado mesmo com o lance foram os locotores da Rádio CAP (Curitiba), principalmente depois de o goleiro cometer uma penalidade (na opinião deles) também não marcada. Ai, sim, falaram durante o resto da partida que o goleirão tinha de ter sido expulso por 2 cartões amarelo, além do prejuizo da penalidade. Ainda no primeiro tempo o Atlético teve dois gols anulados bem absolvidos pelos locutores da terra, mas, na segunda etapa, outra lance que gerou muita polêmica. Marcelo Cirino foi derrubado por Renê dentro da área, e Anderson Daronco não marcou nada. Após seguir o jogo, o VAR foi chamado.
Ao rever o lance os locutores da CAP disseram não ter sido pênalte. E ficaram a questionar: por que nós com um minuto tivemos a certeza de que não foi pênalte e o VAR não decide logo. O VAR demorou oito minutos para decidir por uma falta anterior ao lance. Nesse intervalo o treinador do Flamengo fez duas modificalções na equipe e voltou completamente diferente.
Antes do intervalo, o Atlético estava mais proximo do segundo gol que o Flamengo do empate. Só que no primeiro lance após o intervalo do VAR o Flamengo empatou para uma revolta generalizada.
A verdade é o seguinte: o Flamengo é o que obteve o melhor resultado. Jogar em casa por vitória simples é muito fácil. Não será nada fácil para o Palmeiras segurar o empate no Rio Grande, e não será nada difícil o Grêmio superar o Bahia na Fonte Nova, pois um novo empate leva a decisão aos penaltes.
Hoje tem a peleja dos dois últimos classificados. Aí é guerra: O Cruzeiro tem 6 copas do Brasil e o Atlético apenas uma.  A questão é que a única do Galo foi conquistada em cima do Cruzeiro, o que aumenta ainda mais a rivalidade entre as duas equipes.
Falando do esporte goiano o Goiás oficializou ontem a contratação do zagueiro Paulo Ricardo, de 24 anos. Ele estava no Fluminense e pertence ao Sion, da Suíça, que emprestou o jogador ao Verdão até o fim da temporada. Além do zagueiro, o Goiás também busca mais um atacante para a sequência do Campeonato Brasileiro. A bola da vez é Rafael Moura, de 36 anos, que passou pelo clube em 2010, ano do vice-campeonato na Copa Sul-Americana. O acerto entre Goiás e Rafael Moura já está apalavrado, restando apenas a ar dossinatura de contrato e o anúncio oficial por parte do clube. O atacante de 36 anos desembarcou em Goiânia nesta quarta-feira, passou por exames médicos e se reuniu com a diretoria para concluir os últimos detalhes do negócio.
Boa notícia para o Atlético-GO na semana do clássico contra o Vila Nova. O departamento jurídico rubro-negro conseguiu efeito suspensivo para o meia Matheus, que, desta forma, poderá atuar no próximo sábado. Matheus foi expulso de forma direta na partida contra o Vitória, na quinta rodada, e pegou um jogo de gancho além da suspensão automática. A pena deveria ser cumprida contra o Vila Nova, porém, com o efeito suspensivo ele está liberado.
Atlético-GO e Vila Nova se enfrentam sábado, às 16h30, no estádio Antônio Accioly, pela nona rodada da Série B.  O Atlético-GO deverá ter de volta seu famoso quarteto ofensivo no clássico do próximo sábado contra o Vila Nova, na volta da Série B do Campeonato Brasileiro. Recuperado de lesão muscular, Jorginho, que ainda não entrou em campo na competição nacional, vem treinando normalmente ao lado de Matheus, Mike e Pedro Raul. Rodrigo Rodrigues, jogador de 23 anos que foi revelado nas categorias de base do Bahia, está acertado com o Dragão. Jogador deve chegar nos próximos dias à Goiânia e após a aprovação nos exames médicos, será anunciado oficialmente.
Recuperado de lesão no nariz, o meia-artilheiro do Vila na Série B, Neto Moura, é uma opção para o técnico Eduardo Baptista. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o jogador reconheceu que se trata de um jogo complicado, porém, ressaltou a importância de uma vitória para o Tigre.
Por outro lado o lateral-esquerdo uruguaio Gastón Filgueira desfalcará o Vila Nova por pelo menos 30 dias. De acordo com a assessoria de imprensa do time colorado, ele sofreu uma fratura num osso do pé esquerdo no amistoso diante do Corinthians, na semana passada.}
E o gancho por ter sido pego no exame anti-doping no ano passado, que foi estendido por mais um ano levou Walter dos gramados aos microfones. O atacante atuará como comentarista da Rádio Bandeirantes 820. A estreia foi ontem a noite.

Com VAR e sem VAR

(14 de julho) - O show da semana ficou para Raphael Claus, que apitou um dos mais difíceis clássicos do futebol nacional, sem pedir intervenção do VAR e sem dar um cartão amarelo sequer. Teve polêmica, sim, Mano Menezes estava bravo querendo o VAR para rever lance que achava ter sido pênalti, e Claus, respeitosamente, se aproximou dele e informou que o lance estava sendo revisto pelo VAR e qualquer coisa ele (Claus) seria informado. Assim o VAR dará certo, agora como Anderson Daronco fez em Curitiba vai ser o fim do futebol. Deixou claro que a equipe escalada para o jogo tinha sido encomendada pelo Flamengo. Quando Diego Alves pegou a bola com a mão fora da área ele tinha de dar a falta e cartão amarelo para o goleiro do Flamengo. A Globo (pasmem!) disse que ele tinha de ser expulso. Ouvi o jogo pela rádio CAP, que é do Atlético Paranaense (acreditem), e os locutores concordaram com a anulação dos dois primeiros gols do time curitibano, mas lamentaram a não marcação de um pênalti para Atlético e, ai, sim, expulsão pelo segundo cartão amarelo – primeiro pela mão na bola fora da área, e segundo pelo penal cometido. Lamentaram também o terceiro gol anulado e a demora do VAR em definir um lance duvidoso. Ou seja, só por essas evitou a eliminação precoce do Flamengo. Mas teve mais: quando o Daronco chamou o VAR para um segundo lance em que o Atlético reclamava pênalti os radialistas já tinha revisto tudo e disseram que não tinha sido pênalti. Isso foi feito por eles com 1 minuto, e o VAR parou o jogo por 8 minutos para no retorno marcar um falta no meio campo que antecedeu ao lance da área. Parece piada: quando foi pênalti ele não chamou o VAR! (risos).

A gente entende que não foi burrice, pelo contrário, muita inteligência. O tempo parado foi o suficiente para o treinador do Flamengo saber o que fazer da vida, pois, perdia de 1 x 0 e Atlético estava mais perto do segundo gol que o Flamengo do empate. E não deu outra: no primeiro lance do retorno, numa cobrança de lateral o Flamengo achou o gol que precisava. Daronco deu um show, uma verdadeira aula de como interferir no resultado de um jogo e ser xingado de burro ao invés de ladrão!!!

Paulígrafo

Vai ter que voltar a época do “paulígrafo”. Em nova audiência João de Deus negou novamente os abusos sexuais.

Dilma de luto

Morreu em Minas, aos 95 anos, Dilma Jane da Silva, mãe da ex-presidente Dilma.

Revolta no Paraná

(10 de julho) - Aconteceram ontem os primeiros jogos das quartas de finais da Copa do Brasil. No Paraná, muita polêmica para Flamengo e Atlético. Aos 10min de jogo, Diego Alves saiu de sua área e pegou a bola com as mãos na meia lua, impedindo que o atacante Marcelo Cirino a alcançasse. O árbitro Anderson Daronco não marcou a infração. O VAR também não foi acionado. Na Central do Apito da Globo, o comentarista de arbitragem Paulo Cesar de Oliveira disse que o goleiro do Flamengo deveria ter sido expulso.Mas revoltado mesmo com o lance foram os locotores da Rádio CAP (Curitiba), principalmente depois de o goleiro cometer uma penalidade (na opinião deles) também não marcada. Ai, sim, falaram durante o resto da partida que o goleirão tinha de ter sido expulso por 2 cartões amarelo, além do prejuizo da penalidade. Ainda no primeiro tempo o Atlético teve dois gols anulados bem absolvidos pelos locutores da terra, mas, na segunda etapa, outra lance que gerou muita polêmica. Marcelo Cirino foi derrubado por Renê dentro da área, e Anderson Daronco não marcou nada. Após seguir o jogo, o VAR foi chamado.

Ao rever o lance os locutores da CAP disseram não ter sido pênalte. E ficaram a questionar: por que nós com um minuto tivemos a certeza de que não foi pênalte e o VAR não decide logo. O VAR demorou oito minutos para decidir por uma falta anterior ao lance. Nesse intervalo o treinador do Flamengo fez duas modificalções na equipe e voltou completamente diferente.
Antes do intervalo, o Atlético estava mais proximo do segundo gol que o Flamengo do empate. Só que no primeiro lance após o intervalo do VAR o Flamengo empatou para uma revolta generalizada.
A verdade é o seguinte: o Flamengo é o que obteve o melhor resultado. Jogar em casa por vitória simples é muito fácil. Não será nada fácil para o Palmeiras segurar o empate no Rio Grande, e não será nada difícil o Grêmio superar o Bahia na Fonte Nova, pois um novo empate leva a decisão aos penaltes.
Hoje tem a peleja dos dois últimos classificados. Aí é guerra: O Cruzeiro tem 6 copas do Brasil e o Atlético apenas uma.  A questão é que a única do Galo foi conquistada em cima do Cruzeiro, o que aumenta ainda mais a rivalidade entre as duas equipes.
Falando do esporte goiano o Goiás oficializou ontem a contratação do zagueiro Paulo Ricardo, de 24 anos. Ele estava no Fluminense e pertence ao Sion, da Suíça, que emprestou o jogador ao Verdão até o fim da temporada. Além do zagueiro, o Goiás também busca mais um atacante para a sequência do Campeonato Brasileiro. A bola da vez é Rafael Moura, de 36 anos, que passou pelo clube em 2010, ano do vice-campeonato na Copa Sul-Americana. O acerto entre Goiás e Rafael Moura já está apalavrado, restando apenas a ar dossinatura de contrato e o anúncio oficial por parte do clube. O atacante de 36 anos desembarcou em Goiânia nesta quarta-feira, passou por exames médicos e se reuniu com a diretoria para concluir os últimos detalhes do negócio.
Boa notícia para o Atlético-GO na semana do clássico contra o Vila Nova. O departamento jurídico rubro-negro conseguiu efeito suspensivo para o meia Matheus, que, desta forma, poderá atuar no próximo sábado. Matheus foi expulso de forma direta na partida contra o Vitória, na quinta rodada, e pegou um jogo de gancho além da suspensão automática. A pena deveria ser cumprida contra o Vila Nova, porém, com o efeito suspensivo ele está liberado.
Atlético-GO e Vila Nova se enfrentam sábado, às 16h30, no estádio Antônio Accioly, pela nona rodada da Série B.  O Atlético-GO deverá ter de volta seu famoso quarteto ofensivo no clássico do próximo sábado contra o Vila Nova, na volta da Série B do Campeonato Brasileiro. Recuperado de lesão muscular, Jorginho, que ainda não entrou em campo na competição nacional, vem treinando normalmente ao lado de Matheus, Mike e Pedro Raul. Rodrigo Rodrigues, jogador de 23 anos que foi revelado nas categorias de base do Bahia, está acertado com o Dragão. Jogador deve chegar nos próximos dias à Goiânia e após a aprovação nos exames médicos, será anunciado oficialmente.
Recuperado de lesão no nariz, o meia-artilheiro do Vila na Série B, Neto Moura, é uma opção para o técnico Eduardo Baptista. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o jogador reconheceu que se trata de um jogo complicado, porém, ressaltou a importância de uma vitória para o Tigre.
Por outro lado o lateral-esquerdo uruguaio Gastón Filgueira desfalcará o Vila Nova por pelo menos 30 dias. De acordo com a assessoria de imprensa do time colorado, ele sofreu uma fratura num osso do pé esquerdo no amistoso diante do Corinthians, na semana passada.}
E o gancho por ter sido pego no exame anti-doping no ano passado, que foi estendido por mais um ano levou Walter dos gramados aos microfones. O atacante atuará como comentarista da Rádio Bandeirantes 820. A estreia foi ontem a noite.

1/06/2019 06:40

Há mais de um ano tenho escrito que o Supremo Tribunal Federal estava aguardando a mineradora Sama fechar suas portas para então fazer a publicação do acórdão de sua inconstitucional decisão de banir o amianto do mercado nacional. Ilegal, sim, por que não cabe na democracia uma Suprema Corte ousada como esta que vive a legislar a exemplo do que acaba de fazer em relação a homofobia.

No caso da Sama, o Supremo Tribunal Federal adotou o ritual da omissão desde o primeiro afronta à Constituição Federal, quando São Paulo, ferindo a lei maior, baniu o amianto de seu território. Os Pilatos do STF não julgaram a inconstitucionalidade, e os promotores do Ministério do Trabalho fizeram o mercado entender o tradicional "quem cala consente", ou seja, a Suprema Corte admitia o inadmissível. Com isso, outros Estados também desrespeitaram a lei predominante.

Foram 13 anos de um silêncio canalha! De uma covardia sem limites! Não tinha como o mercado interno sobreviver ao bombardeio, e a tese nazista da mentira repetida várias vezes prevaleceu. E quando sua obra estava consumada os atrevidos juízes “criaram” uma constitucionalidade tão fajuta que sequer tiveram coragem de publicar o acórdão. Mais um ano do silêncio covarde. Publicado o acórdão, Sama e sociedade entraram com os agravos, que apesar de todos os tardios movimentos políticos pedindo misericórdia por Minaçu, também estão sendo julgados pelo maldito silêncio!

Agora acabou! A Sama demitiu ontem os últimos 283 funcionários, mas, ainda alimenta a esperança de uma decisão favorável à extração do amianto para exportação. Mas, enquanto existir tal possibilidade os Pilatos permanecerão em silêncio! Quando a Eternit, dona da Sama, demitir seu último funcionário, ai, sim, os Pilatos lavarão suas imundas mãos. Que a sociedade lave suas togas!!!

02/04/2019 17:57 em CLUBE Noticias

FAM FEIRA II

Na sexta tem mais no ginásio de esportes. É a Feira do Artesão de Minaçu. Eu prefiro dizer Feira de Tudo, pois, a variedade de produtos é muito. Mais uma iniciativa da primeira-dama, Lúcia Barbosa, para gerar renda às famílias. Na foto, Prefeito Nick e Presidente da Câmara, Edmilson Seabra, na sexta passada, saboreando um caldo de cana para inaugurar a feira. 

E AGORA JOÃO?

Uma ex-funcionária do médium João “de Deus” cujo nome foi veiculado nas denúncias de abusos sexuais fez deleção premiada. O nome não foi revelado, nem o que disse no primeiro depoimento!!! Processo em segredo de Justiça. João continua internado

FURO

Bem dizia um amigo de Minas que a coisa mais perigosa do mundo é jornalista sem notícia. Bolsonaro chegou numa festa antes que o aniversariante, e o Estadão achou que já tinha a manchete do dia!!! É a mídia ainda acreditando que a água é mole, mas pode furar a pedra.

MINAÇU CENTURIÃ

O Governador Ronaldo Caiado está para Minaçu assim como Jesus para o centurião. E o Prefeito Nick arrancou de Caiado aquela palavra de salvar servo e toda a casa: no ano que vem “chove na sua horta”.

CAIFÁS

Morreu anteontem aos 69 anos o vigário-geral de Formosa, pego na Operação Caifás, que apurou desvio de dízimos e ofertas. Estava internado desde o início do mês em hospital de Aparecida de Goiânia onde estava preso.

FAKE GLOBAL

A “jornalista” Patrícia Kogut e O Globo vão responder criminalmente por fake. A moça insinuou que só os jovens atores filhos de pais com dízimos mais gordos conseguem vagas para participar das novelas da Record. Precisamos moralizar o noticiário brasileiro, mas, isso só vai acontecer depois de

10/03/2019 14:14 em CLUBE Noticias

A estátua de sal da Globo

Eu sempre admirei os estrategistas, mas, crendo que nada na vida se repete. Não somente feitos como o de Zagalo na Copa de 70, quando só o goleiro jogou na posição de origem, mas, em toda e qualquer estratégia já utilizada.
É aquele negócio do mineiro, de que o raio nunca cai no mesmo lugar. No entanto, ultimamente tenho me preocupado com alguns relâmpagos por que no mundo atual a principal ciência chama-se estratégia.
De tanto ver gente perder e ganhar eleição, com uma semana, um dia, uma entrevista ou um gesto eu até me considerava um bom estrategista. Mas, confesso que jamais conseguiria uma tão perfeita como essa do Jean Wyllys, que se livrou de um purgatório de quatro anos - a desmoralização nas urnas e a mácula de ter cuspido no homem mais querido do País o deixaria sem voz no Congresso.
Sinto, agora, que ele cospe na minha cara. E na sua, prezado leitor! Ainda bem que o chô chuá de nossa nova realidade está colocando os porcos nos chiqueiros e ele foi parar de blogueiro do UOL!
Também não poderia imaginar outra estratégia tão perfeita como o novo “caçador de marajás” que a Globo lança na versão Zé de Abreu. Caiu a ficha para eles! Lula é prisioneiro! A esquerda precisa de um deus para adorar!
E uma coisa que eu morro de medo é desse tal “Se Cola”. Eu sei que a Globo não tem mais o poder de transformar um Prefeito em Presidente, mas, a estratégia da esquerda tem funcionado na hora de fazer diabos.
Quando paro para analisar todos os raios que já vi cair no esporte, na política ou na economia fico convicto de que este vai explodir lá no inferno mesmo. Meu medo é que eles estão decididos, querem um deus para adorar, se num der com o Zé vão tentar o Pedro, o Mané, o João... E do nosso lado tem muita “mulher de Ló” olhando pra traz!
Mas eu creio, desta feita, o falso deus é que vai virar estátua de sal.

15/01/2019 20:14 em CLUBE Noticias

Estamos gestantes de uma nova Minaçu

Nenhum homem por maior que seja sua sensibilidade conseguiria descrever fidedignamente o sofrimento de um a mulher durante a gestação. Depois das dores e muito enjoo, elas passam por todos os riscos do parto para enfrentar as noites sem dormir, e os dias de desespero por que qualquer coisinha que aconteça a gente pensa que os pequeninos vão morrer!
E o sofrimento segue durante toda a infância e adolescência. Na juventude vem a  gestação e o parto econômico até que o filho alcance um curso superior!
Nada difere da situação dos minaçuenses.  Nas dores e esperança de cura tudo é igual. Ainda somos incomodados pelos enjoos provocados por aproveitadores políticos que nos fazem ter a sensação de que expeliremos todos os nossos órgãos internos.
Curiosamente, o povo percebeu e deu gritos de alerta de que a cidade caminhava para isso. Quando começaram a surgir buracos, todo mundo deu o grito. Mas sempre aparecia alguém:}

- Fiquem em paz. Conseguimos X milhões do Governo do Estado para fazer asfalto novo na cidade”.

 

Passava a eleição e os novos gritos de socorro alertando que aumentara a quantidade de buracos eram sufocados por outro “vai vir do Governo do Estado, agora, 3X de milhões de reais para asfalto”
E assim foi até o povo perceber que precisava encontrar um remédio, pois, não tem como dar baixa em cidades como se faz a empresas falidas, nem vende-las  como fizeram com a Celg.  Curiosamente, sugaram tudo que foi  possível  da Celg ao longo de 20 anos, e quando não tinham mais o que tirar dela (risos) ainda conseguiram um bom dinheiro coma carcaça. E hoje falam em alto e bom som que os problemas de energia elétrica em Minaçu são da iniciativa privada!
O povo entendeu que precisava curar Minaçu e que só existia um remédio: Nick Barbosa.
Embora o paciente ainda esteja na UTI apresenta sinais vitais para muitas dezenas de anos. Os efeitos colaterais são violentos. Por incrível que pareça, a credibilidade adquirida pela Prefeitura prejudicou (pasmem!) a programação de implantar a iluminação LED, seguindo os moldes de modernização de outros setores como administração, saúde e educação, que já são vistos como modelos. Isso por que as licitações passaram a ser disputadíssimas, com participação de empresas do Rio, Paraná, São Paulo, entre outros. Por duas vezes as licitações tiveram de ser anuladas, atrasando a compra do material e gerando muito desconforto em vários setores.
Fato é que todos vivem  hoje a certeza de que dias melhores chegarão. Da mesma forma que já chegaram em alguns, chegarão a todos os outros setores.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!